Radio Antena FM

Radio Antena FM
(Clique na imagem e assista e ouça ao vivo)

Sindicato dos Trabalhadores

Sindicato dos Trabalhadores

segunda-feira, 3 de agosto de 2015

Acusado de integrar quadrilha de assaltos a banco é preso em Canapi
Prisão foi realizada após uma operação entre a Copes e GPM local.
Por Ítallo Timóteo | radar89.com.br
1 de agosto de 2015 às 10:52
11791869_958651417520257_366670353_nPoliciais Militares da Companhia de Operações Policiais Especiais do Sertão (Copes-Caatinga) com apoio do Grupamento de Polícia Militar da cidade de Canapi conseguiram prender na manhã desta sexta-feira (31), um suspeito de assalto a instituições financeiras em toda a região, Edilson da Rocha Nascimento vulgo “Tiririca” é suspeito de participar da quadrilha do “Neném Limão” que foi encontrado morto na última quinta-feira (30).

De acordo com os policiais que participaram da ação, uma denúncia anônima fez com que o homem fosse preso, as guarnições se deslocaram até uma residência na zona rural e conseguiram prender o homem em flagrante, com ele havia duas espingardas de fabricação caseiras ainda municiadas e uma munição de calibre 38 e uma motocicleta. Além disso o homem estava baleado.

Ainda segundo os policiais, o homem estava na companhia de “Neném Limão” e provavelmente tenha participado da ação contra a Agência do Banco do Brasil na cidade de Jeremoabo no interior da Bahia.

O mesmo foi conduzido para Delegacia Regional de Polícia (1ª-DRP) de Delmiro Gouveia, onde foi autuado por tentativa de homicídio, entenda o motivo.

BRASIL

03/08/2015 16h00 Mãe envenena bebê para chamar atenção de ex e confessa crime na BAAutora disse que iria matar filha e se matar com 'chumbinho', diz delegado. Situação ocorreu na cidade de Eunápolis; bebê está internado em hospital
Do G1, na Bahia
Uma mulher tentou matar a filha de 1 ano e 8 meses ao introduzir veneno na mamadeira da criança para chamar atenção do ex-companheiro, no município de Eunápolis, na região do extremo-sul da Bahia. As informações são do delegado Antônio Alberto Melo.

Segundo informações ele, que é plantonista da delegacia da cidade, a mãe do bebê confessou o ato após se arrepender do crime cometido no último domingo (2).

A criança está internada no Hospital Regional de Eunápolis, informou a unidade na manhã desta segunda-feira (3). O estado de saúde não foi divulgado. "Ela [mãe] disse que iria matar a filha e se matar, como forma de chamar atenção do ex-companheiro. Ela ainda disse no interrogatório que daria uma quantidade menor para a filha e a maior ficaria para ela", disse o plantonista.

O delegado ainda relatou que a mulher estava com a criança em casa quando introduziu a substância venenosa, conhecida como chumbinho, na mamadeira e deu para o bebê tomar.

"A menina tomou alguns goles do mingau com a substância. Em um dado momento, a criança apertou a mão dela [mãe]. Após esse momento, ela disse que ficou muito arrependida e ligou para a Polícia Militar", relatou ao G1.

O delegado detalhou que a suspeita foi orientada pela PM a levar com urgência o bebê ao Hospital Regional da cidade. Ao chegar na unidade hospitalar, ainda segundo o depoimento da mãe da criança, uma lavagem estomacal foi realizada para a retirada do veneno, o que conseguiu salvar o bebê.

"Em seguida, policiais militares chegaram ao hospital e deram voz de prisão em flagrante. Ela [mãe] confessou o crime. O pai do bebê ainda não foi localizado para prestar esclarecimento", disse o delegado. Conforme Melo, a criança deverá ficar sob a tutela do Conselho Tutelar até a decisão final da Justiça.

A mãe está presa na delegacia de Eunápolis e aguarda transferência para o presídio de Teixeira de Freitas. "Ela vai responder por tentativa de homicídio qualificado por envenenamento", concluiu o plantonista.
Vagas de dentista, pediatra ,vigilante e porteiro estão disponíveis no SineAcompanhe as redes sociais da Secretaria de Estado do Trabalho e fique por dentro das oportunidades
Gazetaweb, com assessoria
A semana, para aquele que busca uma oportunidade de emprego, começa com esperança. De consultor de vendas à vigilante, as vagas disponibilizadas pelo Sistema Nacional de Emprego (Sine), em Alagoas, estão a disposição em um posto de atendimento mais próxima de sua casa.

Estão disponíveis vagas de assistente de vendas, dentista, médico pediatra, porteiro, técnico de enfermagem (duas), vigilante, supervisor de logística e consultor de vendas (seis).

Periodicamente, os perfis da Secretaria de Estado do Trabalho nas redes sociais – Facebook e Instagram – atualizam os cidadãos sobre a necessidade do mercado, sobretudo aqueles que aguardam ansiosamente de uma oportunidade no mercado de trabalho.

Existem unidades de atendimento do Sine em funcionamento na capital e no interior. Em Maceió, eles estão localizados nos bairros de Jaraguá, Farol, Benedito Bentes, Centro e Mangabeiras. No interior, os candidatos a um emprego podem se deslocar para os municípios de Maragogi, Porto Calvo, Delmiro Gouveia, Santana do Ipanema, Arapiraca e Palmeira dos Índios.

As vagas citadas acima são referentes aos registros das postagens nas redes sociais da secretaria, nesta segunda-feira, dia 3.

Motorista perde o braço e morre em acidente na AL 101 Sul

Sandro Quintella/Alagoas24horasIMG_9440
A madrugada desta segunda, 3, foi trágica para o jovem Jadson Ferreira, conhecido como Gonça, que morreu após se envolver em um grave acidente nas primeiras horas da manhã na AL 101 Sul, entre a Praia do Francês e a Barra de São Miguel.
As primeiras informações dão conta que Jadson seguia na companhia de um amigo identificado como José Emerson e outras três pessoas quando perdeu o controle do carro, um Siena, bateu contra a mureta e capotou várias vezes. Jadson ainda perdeu um dos braços e entrou em óbito no local do acidente.
José Emerson, 19 anos, foi socorrido em estado grave para o Hospital Geral do Estado, onde segue internado. De acordo com a assessoria do HGE, o jovem foi submetido a procedimento cirúrgico e precisou amputar a partir do cotovelo o braço esquerdo. As outras três ocupantes do veículo conseguiram escapar sem nenhum ferimento grave.
Jadson Ferreira é filho de família tradicional de Marechal Deodoro e estaria voltando de um show quando sofreu o acidente. A morte do jovem provocou uma ‘trapalhada’ entre funcionários do IML, que recolheram o corpo, mas ‘esqueceram’ o membro do rapaz.

Nota de esclarecimento
Não houve esquecimento do referido membro por parte da equipe do IML, isto porque a equipe não recolheu o corpo da vítima no local do acidente, e sim no necrotério do Hospital Geral do Estado.
Segundo informações apuradas por esta assessoria, após o acidente, a vítima identificada por Jadson Ferreira dos Santos, ainda foi socorrida para o HGE onde deu entrada já em óbito.
Que ao chegar ao local do acidente, durante a madrugada, os socorristas e outras equipes se preocuparam em tentar salvar a vida do jovem, o encaminhando de imediato para o hospital. Repito, o jovem foi levado ainda para o hospital, aonde veio a falecer no percurso do local do acidente até o HGE e que apenas nesta manhã, o IML foi acionado para buscar o seu corpo, conforme guia de recolhimento de corpos emitido pela unidade de saúde.
Sendo assim, esclarecemos que não houve por parte da equipe do IML negligência ou abandono de parte do corpo da vítima, visto que a equipe não foi acionada para o local, após o acidente, apenas na manhã de hoje, após o achado do braço por populares, foi que as equipes do Instituto de Criminalística e do IML foram acionadas para periciar o local e fazer o translado da peça humana para a sede do IML de Maceió, conforme procedimento estabelecido pelos órgãos da segurança pública em achados de cadáver ou peças humanas.

Homem é preso após agredir a própria mãe

Um homem identificado como Adriano dos Santos, conhecido como “Didiu”, 26 anos, foi preso pela polícia na madrugada desta segunda-feira, 03, depois de agredir a própria mãe dentro de uma residência localizada na Rua Brasília, no bairro Santo Antônio, em Penedo.
De acordo com o 11º Batalhão de Polícia Militar (11º BPM), Maria Irene dos Santos, 54 anos, estava em sua residência quando o acusado chegou e teve início uma discussão entre mãe e filho, seguida de ameaças e agressões.
Uma guarnição do 11º BPM foi acionada por populares e esteve no local para registrar a ocorrência. Adriano dos Santos foi detido em flagrante e encaminhado à Delegacia Regional de Penedo, local onde foi autuado pela autoridade competente com base na Lei Maria da Penha.
A polícia não soube informar se o acusado estava sob efeito de alguma substância no momento em que investiu contra aquela que lhe deu a vida e nem se a vítima precisou de cuidados médicos.
Fonte: Aqui Acontece

Dona de buffet dá calote de R$ 14 mil em noivos e desaparece

Casal teve que cancelar a lua de mel e pedir empréstimos para contratar outro serviço

Vandercília Fernandes Souza sumiu e teria dado um calote de aproximadamente R$ 100 mil em vários clientes (Foto: Record Minas)
Vandercília Fernandes Souza sumiu e teria dado um calote de aproximadamente R$ 100 mil em vários clientes (Foto: Record Minas)
A dona de um buffet em Montes Claros, no norte de Minas Gerais, sumiu dois dias antes de uma festa de casamento para a qual teria sido contratada. Vandercília Fernandes Souza teria dado um calote de R$ 14 mil nos noivos e, desde então, não foi mais vista no município.
Segundo o engenheiro Leandro Marques, o prejuízo e a necessidade de conseguir outro buffet na última hora fez com que ele e a noiva fizessem alguns empréstimos e até cancelassem a lua de mel.
— Ela deu o calote nos fornecedores e em outros casamentos. Então, fizemos tudo que a gente podia para receber os convidados e também porque era o nosso sonho, ficamos um ano planejando isso.
As mães dos noivos também ficaram indignadas e bastante nervosas. Segundo Ivanilde Marques, mãe de Leandro, todo o dinheiro do casal foi utilizado na preparação do casamento.
— Tudo que ele tinha economizado ele entregou para essa mulher e nós ficamos nessa situação. Foi um desespero grande.
A história repercutiu e foi parar nas redes sociais. Com isso, outros clientes do buffet começaram a aparecer e relatar os prejuízos que tiveram com o golpe aplicado pela proprietária. Até mesmo os funcionários da empresa foram prejudicados, como é o caso do garçom Anderson Cardoso.
— Meu prejuízo foi de uns R$ 600. Mas, tem muita gente com prejuízo de R$ 25 mil, R$ 30 mil e R$ 10 mil.
Ainda conforme Cardoso, ele teria sido um dos últimos a conversar com a mulher antes que ela sumisse. Inicialmente, o marido de Vandercília teria dito que ela teria sofrido um infarto e estava internado na Santa Casa de Montes Claros. Mas, quando as pessoas foram buscar mais informações, descobriram que ela nunca esteve internada na unidade de saúde.
— Ela simplesmente sumiu.
Já o imóvel onde funcionava o buffet foi encontrado abandonado e com o portão aberto. No interior havia vários objetos revirados e, conforme relatos de vizinhos, pessoas desconhecidas foram vistas retirando algumas bolsas no local. Ninguém soube dizer para onde a mulher teria ido.
Vários boletins de ocorrência foram registrados contra a empresária e, de acordo com os primeiros levantamentos, o golpe aplicado por ela pode ultrapassar R$ 100 mil. O caso ainda será investigado pela Polícia Civil.
Fonte: R7.com

Foragido da Justiça é preso ao tentar furar bloqueio da PRF em Ouro Branco

Homem tem tatuagem de palhaço que no mundo da criminalidade sugere participação em morte de policial
Por Redação com PRF/AL
Agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) prenderam, na noite do último sábado (1º), um paulistano, de 21 anos, foragido da Justiça. Ele possuía um mandado de prisão em aberto e foi capturado durante uma fiscalização na BR 423, em Ouro Branco.
Segundo os policiais rodoviários federais que participaram da ação, o suspeito estava conduzindo um GM Celta, com placa de Paulo Afonso/BA, quando desobedeceu a ordem de parada dos agentes. Minutos depois foi interceptado e, durante a consulta de sua identidade, o mandado de prisão foi descoberto.
A ordem judicial para prendê-lo era da comarca de Delmiro Gouveia e estava relacionada a tráfico de drogas e a porte ilegal de arma de fogo, fatos registrados em março de 2013.
Durante a revista pessoal, os policiais ainda encontraram uma tatuagem de palhaço nas costas do acusado, que indicaria, no mundo do crime, alguma participação em mortes de policiais.
A ocorrência foi encaminhada para a Delegacia Regional de Polícia Civil (1ª-DRP), em Delmiro Gouveia.
Moto recuperada
Ainda durante o final de semana, na noite do domingo (02), agentes da PRF recuperaram uma motocicleta roubada no ano de 2006, em Araraquara/SP. O condutor, natural de Palmeira dos Índios, de 30 anos, foi preso por receptação de produto roubado.
A ação aconteceu durante uma abordagem na BR 316, em Santana do Ipanema. O preso e a moto foram levados para a Delegacia de Polícia Civil local.

Polícias de AL e PE prendem integrantes de quadrilha que roubou banco na BA

Mais de R$ 150 mil em dinheiro, armas de fogo, munições e explosivos foram apreendidos com os acusados
Por Jota Silva
Uma ação conjunta das polícias de Alagoas e Pernambuco, deflagrada na manhã deste sábado (1), por volta das 10h30, em Canapi e Garanhuns, no Pernambuco, resultou na prisão de seis pessoas acusadas de integrar uma quadrilha responsável pelo roubo a uma agência bancária, na última quinta-feira (30), em Jeremoabo, na Bahia.
Os presos foram identificados como Zivanildo Evangelista dos Santos, 35; Henrique Rocha da Cruz, 33; Gilvan Araújo da Silva; André de Oliveira Araújo; Felipe de Oliveira Araújo; e Edilson da Rocha Nascimento, conhecido como “Tiririca”.
A operação começou em Garanhuns, no agreste pernambucano, depois que o 9º Batalhão de Polícia Militar (BPM) da referida cidade recebeu a informação de que cerca de nove pessoas suspeitas, uma delas ferida, tinham chegado em uma residência, localizada na Vila Lacerdópolis, na Rua Joaquim Osório, com três veículos, sendo um carro Ford Ecosport, de cor preta e placa MUX - 5450/Rio Largo - AL; um Celta, de cor verde e placa não anotada e uma moto Honda Tornado, de cor branca e placa MUX – 8638/Delmiro Gouveia - AL.
Guarnições foram até a localidade e encontraram Zivanildo e Henrique, em frente da casa citada na denúncia. Com eles, os policiais apreenderam uma mochila com a quantia de R$ 154.793,00. Dentro do imóvel, os militares encontraram a motocicleta, de cor branca, e o Ecosport, de cor preta, que estava com dois coletes balísticos que seriam da empresa Prosegur; dois fuzis dos calibres 7.62 e 5.56; três espingardas calibre 12 e dois rifles calibres 44 e 38.
Além disso, também no interior do automóvel, foram apreendidas 206 munições intactas dos calibres 12, 44, 7.62, 5.56 e 38; 21 bananas de dinamite; uma quantidade de cordel detonante; três estopins; três espoletas; oito pares de luva; quatro "toucas ninjas"; dois baldes contendo grampos; duas extensões de energia; duas alavancas de ferro; uma furadeira industrial; uma cortadeira industrial; duas marretas; dois alicates; duas correntes metálicas; três talhadeiras e um aparelho de telefone celular.
Durante a prisão dos acusados, os militares pernambucanos levantaram que Zivanildo é morador da Rua São João, em Paulo Afonso, na Bahia, e Henrique da Rua Joanilson da Silva, no bairro Eldorado, em Delmiro Gouveia. Os dois acabaram confessando que o restante do bando tinha se dirigido para Alagoas, em uma van.
Os militares pernambucanos acionaram as polícias Rodoviária Federal (PRF) e Militar alagoanas que montaram cercos em trechos da BR-423, em Águas Belas e Canapi. A van citada pelos presos em Garanhuns foi interceptada próximo ao posto da PRF, no povoado Carié, em Canapi, e nela foram encontrados dois homens procurados pela polícia que estavam de posse da quantia em dinheiro no valor de mais de R$ 15 mil.
Os suspeitos que foram identificados como Gilvan Araújo da Silva e André de Oliveira Araújo foram detidos e levados para o posto da PRF do Carié, onde o jovem Felipe de Oliveira Araújo, que já estava preso, confirmou a participação dos dois no roubo à agência bancária baiana. Os três disseram que o bando estava em Garanhuns para dividir a quantia de R$ 60 mil proveniente do roubo.
Foram realizadas outras diligências pela Polícia Militar de Alagoas que conseguiu prender Edilson Nascimento, conhecido como “Tiririca”, que também é apontado como integrante da quadrilha. Com o mesmo, que estava com um ferimento de tiro, os policiais apreenderam duas espingardas de fabricação caseira e munições.
Uma investigação realizada pelas polícias Civil e Militar, em Alagoas, levantou que “Tiririca” é integrante do grupo de José Luciano Rodrigues Gomes, conhecido como “Neném Limão”, que foi encontrado morto, na última quinta-feira (30), no Sítio Castanho, zona rural de Canapi. Os dois teriam participado do roubo, em Jeremoabo, e depois se reunido com o restante do bando, em uma fazenda.
Em uma suposta divisão do dinheiro roubado, o grupo teria se desentendido, iniciando uma troca de tiros, onde “Tiririca” conseguiu escapar baleado e “Neném Limão” foi assassinado com vários disparos de arma de fogo.
As primeiras informações divulgadas pelas equipes das polícias Civil, Militar e Rodoviária Federal que estiveram na localidade foram que “Neném Limão” fazia parte de um grupo de assaltantes que tinha atacado a fazenda para roubar ovelhas e que havia sido recebido a tiros efetuados por funcionários da propriedade.
Os trabalhadores seriam pai e filho de nomes não divulgados que também terminaram baleados durante a suposta troca de tiros e foram levados para o hospital regional, em Santana do Ipanema. O estado de saúde deles não seria de risco de morte. Agora, com o andamento da investigação, já existe a suspeita de que os dois também integrassem a quadrilha que é apontada como autora de vários roubos a instituições financeiras em Alagoas, Sergipe, Pernambuco e Bahia.
Segundo o delegado Rodrigo Cavalcanti, titular da Delegacia Regional de Polícia (1ª-DRP), sediada em Delmiro Gouveia, os alagoanos que faziam parte da quadrilha já vinham sendo monitorados pela 24ª Área Integrada de Segurança Pública (AISP), com apoio da Secretaria de Estado da Defesa Social e Ressocialização (Sedres), inclusive alguns deles já tinham sido presos em operações realizadas na região.
Ainda de acordo com Cavalcanti, os presos da operação deste sábado devem ser autuados em Garanhuns por posse ilegal de arma de fogo e formação de quadrilha. Os mesmos também deverão ser processados na Bahia pelo crime de roubo qualificado. Já em Alagoas, eles vão responder por homicídio e tentativa de homicídio, já que atentaram contra a vida dos comparsas e chegaram a matar um deles, que é o caso do “Neném Limão”.
Assista ao vídeo:

MAIS FOTOS

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •