Radio Antena FM

Radio Antena FM
(Clique na imagem e assista e ouça ao vivo)

Sindicato dos Trabalhadores

Sindicato dos Trabalhadores

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Caminhão roubado em Sergipe é abandonado em Porto Real do Colégio


Cortesia - 3° Cia
Caminhoneiro era mantido refém durante toda ação criminosa
Mais um veículo roubado é recuperado em Alagoas. Desta vez, um caminhão de carga que havia sido tomado de assalto em Sergipe foi encontrado nas imediações do Povoado Alto da Pedra, zona rural de Porto Real do Colégio.
De acordo com as informações policiais, era por volta das 4 horas da manhã desta quarta-feira (26) quando militares de um posto policial notaram uma movimentação suspeita nas imediações do local.
Ao verificar, a polícia notou que um homem estava muitonervoso, o que chamou atenção. Logo, ele tentou carimbar algumas as notas de uma carga no porto. Mas rapidamente tentou fugir com o caminhão.
Na fuga, o veículo, que foi roubado em Sergipe, foi abandonado no acostamento ao ver as viaturas em perseguição dos militares. O caminhoneiro foi feito ferem durante toda ação criminosa, mas foi liberado em Teotônio Vilela.
 
por aqui acontece

Um dos resorts mais badalados de Alagoas é interditado após surto alimentar


TripAdvisor
Grand Oca Resort (antigo Miramar)
Foi determinada pela presidência do Tribunal de Justiça de Alagoas a interdição da área de preparo e manipulação de alimentos de um dos resorts mais badalados do litoral norte do estado. Isso aconteceu após graves denúncias de ocorrência de um surto alimentar no estabelecimento.
O Grand Oca Resort (antigo Miramar) já havia sido interditado pela Vigilância Sanitária, mas uma decisão no último dia 11 de outubro da Vara de Maragogi permitiu o retorno dos trabalhos.
Ainda segundo o Órgão, o estabelecimento não reúne as mínimas condições de higiene, por isso os surtos nohotel têm sido constantes desde 2012, chegando ao ponto de ocorrer uma infecção alimentar em uma turista argentina, que não resistiu e morreu.
De acordo com a decisão do desembargador José Carlos Malta Marques, publicada no Diário da Justiça Eletrônico desta quarta (26), a determinação suspende uma liminar de primeiro grau. Ele explica que uma suspensão de liminar só é admitida em caso de risco de grave lesão à ordem, à saúde, à segurança e àeconomia públicas.
 
por aqui acontece

Desaparecido há dois dias, professor é encontrado no Manoel Teles

 - Deixe seu comentário
O professor André Araújo Avelino, de 30 anos, foi encontrado na tarde desta quarta-feira (26), no bairro Manoel Teles, em Arapiraca. Os familiares já estavam desesperados, pois o professor estava desaparecido desde segunda-feira (24).
André foi encontrado por policiais,  em companhia de um colega, foi ouvido na Central de Polícia de Arapiraca e liberado em seguida. Para dar continuidade às investigações, o veículo do professor, um Ford KA foi apreendido.
A mãe do professor, Josivete Maria Avelino, informou que ele saiu da casa dela na manhã desta segunda-feira, ele teria isso deixar seu filho na casa da sogra, quando desapareceu.
 
Por: 7 Segundos

Galeria de fotos

Violência: AL instala central para atender mulheres

 - Deixe seu comentário
O Governo do Estado entrega nesta quinta-feira (27) a Central Integrada de Atendimento à Mulher em Situação de Violência – Rede Mulher. No evento, que ocorre a partir das 9 horas no auditório Aquatune, no Palácio República dos Palmares, também serão inauguradas simbolicamente as casas abrigo de Maceió e Arapiraca.

A ação faz parte das atividades do Pacto Nacional de Enfrentamento à Violência Contra a Mulher e das ações estruturantes do "Programa Alagoas Tem Pressa!".

O ato é uma iniciativa da Secretaria de Estado da Mulher, da Cidadania e dos Direitos Humanos (SEMCDH) e integra ainda a programação da Campanha dos 16 Dias de Ativismo elaborada pela Superintendência de Promoção dos Direitos e de Políticas, que teve início no dia 20, Dia da Consciência Negra. O evento se estenderá até 10 de dezembro, Dia Internacional dos Direitos Humanos.

A Rede Integrada de Atendimento à Mulher em Situação de Violência foi concretizada através do Projeto "Informatizar para Fortalecer a Rede de Atendimento a Mulher em Situação de Violência", em convênio com a Secretaria de Políticas para a Mulher da Presidência da República – SPM/PR.

A Rede tem por objetivo ampliar, de modo significativo, a integração e a comunicação entre os entes que compõem a rede especializada de atendimento à mulher em situação de violência de Alagoas, através de uma solução de Tecnologia de Informação e Comunicação - TIC, gerando uma base de dados estadual centralizada, que servirá para a elaboração de políticas públicas para as mulheres mais efetivas.

Já as casas abrigo são locais seguros que oferecem abrigo protegido e atendimento integral a mulheres em situação violência doméstica sob risco iminente de morte. Constitui um serviço de caráter sigiloso e temporário, no qual as usuárias poderão permanecer por período determinado durante o qual deverão reunir condições necessárias para retomar o curso de suas vidas.

O atendimento deve pautar-se no questionamento das relações desiguais de gênero, que legitimam a violência contra as mulheres. Vale ressaltar que o serviço de Casa-Abrigo deverá atender exclusivamente mulheres em situação de violência doméstica. O projeto foi viabilizado através de convênio do com a Secretaria de Políticas para a Mulher da Presidência da República – SPM/PR.
Por: 7 segundos

Existe uma invasão de escorpiões em Arapiraca, afirma biólogo do CCZ

 - Deixe seu comentário
(Foto: Google)
Os escorpiões estão invadindo Arapiraca. Essa é a avaliação feita pelo biólogo Severino Mota, que coordena a área de insetos peçonhentos do Centro de Controle de Zoonozes (CCZ) de Arapiraca, depois que ficou sabendo, por intermédio 7segundos, nesta quarta-feira (26), que entre 1º de janeiro a 30 de outubro desse ano, foram registrados na Unidade de Emergência do Agreste (EU) 1047 casos de picadas de escorpião em humanos.
Apesar dos dados oficiais da Unidade de Emergência, o CCZ crê que, para um caso que é registrado no hospital, dois não chegam ao conhecimento dos médicos e a vítima é cuidada em casa mesmo.
Os números deste ano, ainda segundo relatório da UE, mantêm a média dos últimos três anos em Arapiraca: 1137 em 2013; 1109 em 2012 e 1170 em 2011. Se por um lado os números causam pela quantidade de casos, pro outro tranquiliza a população da região Agreste porque o último caso de morte foi há 12 anos, conforme dados do CCZ, que ainda aponta os bairros de Primavera e Caititus como os de maior foco em Arapiraca.
A alta incidência de picadas de escorpião em Arapiraca é um problema ambiental, como explica o biólogo do Centro de Zoonozes, Severino Mota. Para ele, o crescimento de Arapiraca a existência de muitos terrenos baldios na cidade são fatores que aumentam o habitat do bicho peçonhento.
“É um problema ambiental. A cidade cresceu muito nos últimos anos e acabou aumentando as possibilidades de novos habitats para os escorpiões. Os lixos nos terrenos baldios e casas atraem baratas. E os escorpiões se alimentam de insetos, e baratas são as preferidas. Apesar de manter uma média, os dados são alarmantes, são números que o CCZ considera altos os registrados pela UE. Para diminuir o problema, o ideal seria a prefeitura formar uma equipe de captura, preparada para diminuir os focos”, explicou o biólogo.
Como age o veneno do escorpião
“O último caso fatal de mordida de escorpião acontece há uns 12 anos, quando um garoto de Taquarana foi picado e faleceu aqui em Arapiraca. Em geral, se for bem cuidado e medicado, a vítima não correrá esse risco. Falando sobre a ação do veneno do escorpião, após te contato com o ser humano, o veneno atinge o sistema nervoso, cérebro e o caso evolui para o óbito. Se houver vômito e dores abdominal, é sinal de que o quadro está se agravando. Para tentar reverter o quadro, é necessário aplicar-se o soro antiscorpiniônico”, detalhou Severino Mota.
 
Por: 7 segundos

Galeria de fotos

Relatório sobre sistema prisional de Alagoas é entregue ao governador

 - Deixe seu comentário
(Foto: Assessoria)
A Câmara de Monitoramento do Programa Brasil Mais Seguro entregou ao governador Teotônio Vilela Filho e ao presidente do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL), desembargador José Carlos Malta Marques, relatório sobre o sistema prisional do Estado. O trabalho mostra a capacidade dos presídios, a quantidade de funcionários atuando nas unidades, as condições gerais dos estabelecimentos, entre outros dados.
De acordo com o documento, a população carcerária em Alagoas, no mês de outubro, era de 5.392 custodiados. Desse total, 1.167 são de condenados, 2.225 estão sub judice, 1.518 em regimesemiaberto e 482 encontram-se presos em delegacias.
Ainda segundo o relatório, existe no sistema prisional alagoano excedente de 836 presos. Para o juiz Maurílio Ferraz, coordenador da Câmara e auxiliar da Presidência do TJ/AL, é preciso avançar na melhoria do sistema. “Entendemos que a política do Estado de Alagoas no tocante ao sistema prisional está no caminho certo, apesar dos parcos recursos. É necessário, no entanto, avançar mais na redução dos problemas”, afirmou.
O documento apontou também a necessidade de realização de serviços de manutenção na maioria dos estabelecimentos prisionais, objetivando solucionar problemas elétricos e hidráulicos. Constatou-se ainda o número insuficiente de servidores trabalhando nos estabelecimentos.
“Apresentamos 29 propostas e uma delas trata do investimento em pessoal. Há realmente uma carência de profissionais para garantir o sistema. É necessário também criar uma carreira para os agentes penitenciários. Essas foram algumas propostas que a Câmara apresentou e que vão contribuir para o Governo e, consequentemente, para o Estado de Alagoas”.
Teotônio Vilela agradeceu aos integrantes da Câmara e disse que irá fazer um bom uso do material. Disse ainda que apresentará o documento ao futuro governador, Renan Filho. “O trabalho com certeza será de grande utilidade para que ele tome as decisões relacionadas a essa questão”, ressaltou.
O presidente do TJ/AL destacou o trabalho da Câmara de Monitoramento, que nos meses de setembro e outubro visitou os estabelecimentos prisionais do Estado. “Essa Câmara é um produto de exportação, um exemplo que está sendo seguido, ou se tenta seguir, em outros Estados. Tenho certeza de que esses números serão um verdadeiro guia para a área de presídios”.
     Unidades prisionais
Para a obtenção dos dados, foram visitados os seguintes estabelecimentos: Penitenciária Masculina Baldomero Cavalcante de Oliveira; Penitenciária de Segurança Média de Maceió Professor Cyridião Durval e Silva; Casa de Custódia da Capital; Estabelecimento Prisional Rubens Braga Quintella Cavalcanti (Núcleo Ressocializador da Capital); Estabelecimento Prisional Feminino Santa Luzia; Centro Psiquiátrico Judiciário Pedro Marinho Suruagy; Presídio de Segurança Máxima; Presídio do Agreste e a Colônia Agroindustrial São Leonardo.
     Propostas
A Câmara propôs o aumento do efetivo de servidores que trabalham no sistema prisional, por meio de concurso público. Defendeu também que seja proibido prestadores de serviço exercerem a função de agente penitenciário, fato observado durante as visitas.
 A criação de um regimento interno para as unidades também foi proposta. O objetivo seria deixar claros os direitos e deveres entre os custodiados e os profissionais que trabalham nos estabelecimentos.
 Propôs-se ainda a celebração de convênios com diversos órgãos para capacitar agentes e/ou funcionários, o atendimento psiquiátrico mais constante aos presos e a construção de ambiente próprio para a revista íntima.
     O órgão
 A Câmara de Monitoramento do Programa Brasil Mais Seguro é um projeto do Ministério da Justiça. Além do TJ/AL, participam do grupo o Ministério Público, Defensoria Pública, Secretaria de Defesa Social, Polícia Militar, Polícia Civil, Força Nacional, Ordem dos Advogados do Brasil e Conselho dos Direitos Humanos.
Por: 7 segundos

Galeria de fotos

Polícia Civil prende suspeitos de vários assassinatos em MaceióEle foi detido nesta quarta-feira em cumprimento a mandados de prisão
Gazetaweb com Assessoria
Agentes da Delegacia de Homicídios prenderam, na tarde desta quarta-feira (26), José César Santos, de 38 anos, suspeito de participar de vários assassinatos na parte alta de Maceió.

De acordo com a Assessoria da Polícia Civil, o suspeito foi detido no município de Rio Largo, em cumprimento a dois mandados de prisão expedidos pela 8ª e 9ª Vara Criminal da Capital.

Entre os crimes que ele teria cometido, segundo as investigação, está o assassinato, em janeiro de 2013, de Claudevan da Silva Santos, ocorrido no bairro do Tabuleiro do Martins, com disparos de arma de fogo. Ele é suspeito ainda de tentar matar um jovem em julho de 2010 também no Tabuleiro.

Essa não é a primeira vez que José César é preso. Ele foi detido em flagrante em novembro de 2009, com um revólver calibre 38 no Benedito Bentes.

Ainda segundo a assessoria, durante a ação, ao ser preso, José César utilizou um documento falso para se identificar, no nome de Jairo Henrique dos Santos.

A Polícia Civil pede que quem tiver mais informações sobre delitos cometidos pelo suspeito ligue para o Disque Denúncia, no número 181. O sigilo de quem denuncia é assegurado
fonte gazetaweb
Deputado faz críticas e pede mudanças no Brasil Mais SeguroRonaldo Medeiros disse que resultados não chegaram nem perto do esperado
Jonathas Maresia

Em posse dos resultados do Programa Brasil Mais Seguro, o líder do PT na Assembleia Legislativa de Alagoas, deputado Ronaldo Medeiros, defendeu uma série de mudanças nas ações implementadas em conjunto pelos governos estadual e federal no combate à criminalidade. O alerta foi dado na sessão ordinária desta quarta-feira (26).

Para o deputado Ronaldo Medeiros, ao fim de mais um ano de execução do programa, foi possível observar que os resultados esperados pela população não chegaram nem perto do desejado. "O modelo atual não serve, todos sabemos disso. Basta olhar os indicadores sociais. Se mata em Alagoas sem dia e hora. Essa realidade precisa mudar", expôs o parlamentar.

Ainda segundo Medeiros, enquanto as metas do programa não tiverem como foco a educação, Alagoas seguirá como o estado campeão no número de crimes, sobretudo de assassinatos.

"Cansei de andar pelo estado e encontrar a falta de Estado. Não há escolas e nem acolhida para o lazer social. Sem isso, não há como reverter o quadro atual. Repensar, recriar e ouvir os clamores da sociedade é o caminho", emendou o deputado.

As críticas aconteceram no mesmo dia em que o governador eleito de Alagoas, Renan Filho (PMDB), se reúne, em Brasília, com o ministro da Justiça José Eduardo Cardozo e a secretária Nacional de Segurança, Regina Miki, para conhecer, de forma detalhada os resultados do Plano Brasil Mais Seguro, implantado em Alagoas em 2012.
fonte gazetaweb
Mulher fica presa às ferragens em acidente na BR 316, em SatubaAcidente envolvendo dois veículos deixou uma pessoa gravemente ferida

Gazetaweb
Uma mulher ficou presa às ferragens de um carro após um acidente envolvendo um veículo strada e um Gol, no trecho conhecido como Ladeira do Catolé, em Satuba. Um dos motoristas sofreu fraturas nos dois braços, no fêmur e traumatismo crânio-encefálico.

De acordo com o tenente Macedo, do Corpo de Bombeiros, o veículo modelo Gol, de placa NME-9574/AL, subia a ladeira quando, ao fazer uma ultrapassagem, se chocou frontalmente com um Fiat Strada, de cor prata e placa NMO-3400/AL.

A motorista do Fiat Strada ficou presa às ferragens, e apesar de alguns arranhões sofridos, passa bem O veículo estava ocupado por três mulheres, enquanto no Gol estava apenas o motorista. Todos foram encaminhadas ao Hospital Geral do Estado (HGE), em Maceió.

No local estiverem presentes equipes do Corpo de Bombeiro, SMTT, SAMU e da PM, para auxiliar e prestar socorro às vítimas. As duas vias da ladeira foram interditadas durante o atendimento realizado pelas equipes, só sendo liberado após a chegada do guincho para retirar os carros do local.

Carro roubado em Boca da Mata é recuperado durante fiscalização em BR no Pará

Por Redação
Carro roubado foi apreendido durante uma fiscalização (Foto: Divulgação)
Um carro roubado no estado de Alagoas foi apreendido durante uma fiscalização de rotina no quilômetro 229 da BR-010, no município de Ipixuna do Pará, no nordeste paraense. Duas pessoas foram presas.

Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o condutor do veículo, identificado como Carlos Delmir Correia Sales, de 23 anos, estava acompanhado do passageiro Lourenço Lopes Brandão, 42 anos, que se identificou como proprietário do veículo. Ele entregou aos agentes da PRF, um Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) que apresentava sinais de inautenticidade, além de divergente dos padrões originais e nos dados identificadores.

Após consulta nos sistemas de informação, os agentes verificaram que a numeração do CRLV não constava no banco de dados, caracterizando indícios do delito de falsificação de documento público.

Os agentes fizeram uma consulta da numeração do chassi, que fica gravado no veículo, onde foi possível descobrir que havia um registro de roubo no dia 03 de outubro deste ano, no município de Boca da Mata, em Alagoas. Indagado sobre a posse do veículo roubado, Lourenço Brandão afirmou que havia adquirido o veículo em Marabá, no sudeste paraense, há duas semanas.

Os dois homens que estavam no veículo foram encaminhados para delegacia de Polícia Civil do município, onde foi instaurado inquérito policial para apuração do crime. O carro também foi apreendido.

A PRF não divulgou o modelo do veículo, mas informou que o proprietário já teria sido notificado.
fonte cada munuto

Carro roubado em Boca da Mata é recuperado durante fiscalização em BR no Pará

Por Redação
Carro roubado foi apreendido durante uma fiscalização (Foto: Divulgação)
Um carro roubado no estado de Alagoas foi apreendido durante uma fiscalização de rotina no quilômetro 229 da BR-010, no município de Ipixuna do Pará, no nordeste paraense. Duas pessoas foram presas.

Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o condutor do veículo, identificado como Carlos Delmir Correia Sales, de 23 anos, estava acompanhado do passageiro Lourenço Lopes Brandão, 42 anos, que se identificou como proprietário do veículo. Ele entregou aos agentes da PRF, um Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) que apresentava sinais de inautenticidade, além de divergente dos padrões originais e nos dados identificadores.

Após consulta nos sistemas de informação, os agentes verificaram que a numeração do CRLV não constava no banco de dados, caracterizando indícios do delito de falsificação de documento público.

Os agentes fizeram uma consulta da numeração do chassi, que fica gravado no veículo, onde foi possível descobrir que havia um registro de roubo no dia 03 de outubro deste ano, no município de Boca da Mata, em Alagoas. Indagado sobre a posse do veículo roubado, Lourenço Brandão afirmou que havia adquirido o veículo em Marabá, no sudeste paraense, há duas semanas.

Os dois homens que estavam no veículo foram encaminhados para delegacia de Polícia Civil do município, onde foi instaurado inquérito policial para apuração do crime. O carro também foi apreendido.

A PRF não divulgou o modelo do veículo, mas informou que o proprietário já teria sido notificado.
fonte cada minuto