Radio Antena FM

Radio Antena FM
(Clique na imagem e assista e ouça ao vivo)

Sindicato dos Trabalhadores

Sindicato dos Trabalhadores

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Mulher que perdeu 63kg posta fotos de extrema flacidez

 Por O Globo     16/01/2017 19h00
Amanda Roberts diz que seu objetivo é incentivar mulheres a aceitarem seus corpos
Amanda e o resultado do emagrecimento extremo após cirurgia de redução de estômago
FOTO: REPRODUÇÃO/INSTAGRAM(MANDAS_MU
Uma mulher que perdeu 63 quilos em dois anos decidiu posar mostrando o excesso de pele abdominal para, segundo ela, incentivar as mulheres a aceitarem os seus corpos.
"Não é uma barriga falsa. Pele flácida é algo real que acontece com as pessoas que perdem muito peso", escreveu Amanda Roberts, que passou por cirurgia de redução de estômago, no Instagram.
Muita gente disse não acreditar que as fotos que ela costuma postar não tenham sido manipuladas. A californiana diz que, em alguns dias, a barriga flácida é a sua parte preferida do corpo. Em outros, um grande desafio.
"Não ligo se a minha barriga causa repugnância às pessoas", disse a americana.
Amanda iniciou no site de financiamento coletivo Crowdfunding um pedido para arrecadar US$ 7.500 para se submeter a cirurgia para retirar o excesso de pele. Até agora, já conseguiu US$ 1.500.

Homem é morto a tiros dentro de casa a na presença da esposa



A polícia deve investigar o assassinato que vitimou um homem identificado apenas como ‘Isac’ morto a tiros na madrugada sábado (14), na cidade de São Miguel dos Campos.
A vítima foi morta dentro de casa, no povoado Coité, zona rural do município, a tiros e na presença da esposa.
A esposa de Isac e principal testemunha do crime deve ser ouvida em breve para repassar informações detalhadas de como se deu o crime e pistas dos criminosos.
A PC também deve investigar se a vítima tinha passagem pela polícia ou envolvimento com ilícitos.
Além de agentes da delegacia daquela regional, peritos do IC e funcionários do IML foram acionados para procedimentos cabíveis.

Criminosos roubam celular, não gostam de aparelho e atiram na vítima

celularA polícia de Arapiraca atendeu a uma ocorrência de latrocínio tentado em que a vítima foi baleada por que os assaltantes não gostaram do celular, objeto do roubo. É da Polícia Militar a informação de que o assalto foi praticado na Rua Tibúrcio Valeriano, no bairro Nilo Coelho.
Ainda segundo a polícia, o homem de 36 anos – que terá a identidade mantida em sigilo – relatou dois homens se aproximaram dele, anunciaram o assalto e levaram o celular. Ao verificar o modelo e marca do aparelho, os criminosos teriam ficado ‘insatisfeitos’ e atiraram contra a vítima que foi atingida na perna.
Ferida, a vítima foi encaminhada por socorristas do Samu até a Unidade de Emergência do Agreste.
Os assaltantes fugiram sem que fossem identificados.

Amigas são mortas e bilhete é achado em corpo: ‘Não quis pagar dinheiro’

Bilhete estava preso ao pé de uma das vítimas; polícia apura crime.

Site São Gonçalo AgoraBilhete foi encontrado preso ao pé de uma das mulheres mortas na Bahia
Bilhete foi encontrado preso ao pé de uma das mulheres mortas na Bahia
Duas mulheres foram encontradas mortas dentro de uma casa no município de São Gonçalo dos Campos, a cerca de 130 quilômetros de Salvador. De acordo com informações da Polícia Militar, as vítimas são duas amigas, que tinham sido vistas pela última vez em uma festa na cidade.
Ainda não há informações sobre a autoria do crime, mas a polícia encontrou um bilhete preso ao pé de uma das vítimas com um recado que teria sido deixado pelo autor das mortes. No bilhete, está escrito: “A família eu peço desculpa, mas ela não quis pagar o meu dinheiro. Mais tem pra festa!” (sic).
Conforme a PM, os corpos das mulheres foram encontrados na sala da residência, localizada no cruzamento da Avenida Hérlio Cardozo com a Rua Campos Sales, por volta da 7h de domingo (15). As duas tinham marcas de facadas no pescoço. A arma do crime, segundo a polícia, não foi encontrada.
As vítimas foram identificadas como Evilyn Machado Vasconcelos de Souza, 27 anos, e Daniela Dias Santana, 30 anos. Segundo a polícia, Daniela era quem morava na residência e a amiga estava no imóvel como visitante. A polícia informou que não detectou sinal de arrombamento na casa. A PM não soube informar se Daniela morava sozinha na casa.
A polícia suspeita que o crime tenha ocorrido durante a madrugada do mesmo dia, já que, segundo testemunhas, as vítimas foram vistas na noite do dia anterior participando de um bloco cultural em uma festa da cidade. Ainda não há informações sobre a autoria do crime.
Uma unidade do Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Feira de Santana, a 100 quilômetros da capital baiana, foi enviado ao local e fez a remoção dos corpos das vítimas. Não há informações sobre data e local de velório e sepultamento.
Fonte: G1

VÍDEO: Mulher que matou marido em Olho d’Água do Casado explica detalhes do crime

A feirante Luciane da Silva Vieira, de 37 anos, acusada do assassinato do marido Manoel Vicente da Silva, de 56 anos, morto a facadas na noite deste domingo (15), no assentamento Nova Esperança, na zona rural de Olho d’Água do Casado, dá detalhes do crime.
A mulher conta que o crime foi cometido em legítima defesa e que seria vítima de constantes agressões do marido. Após discussão, ela o teria atingido com uma facada no abdômen, mas na verdade a intenção seria assustá-lo.
A feirante contou ainda que ao perceber a gravidade do ferimento do homem com quem tem dois filhos (um de 4 anos e outro de 10 meses), voltou para tentar socorre-lo.  A acusada foi levada para a Delegacia Regional de Delmiro Gouveia, onde foi atuada por homicídio e deve permanecer lá até decisão da Justiça.
O corpo de Manoel foi recolhido até o Instituto Médico Legal (IML) Edvaldo Castro Alves, em Arapiraca. As crianças foram entregues a avó materna. O caso será investigado pelo delegado titular de Piranhas, Leonam Pinheiro.
Perguntada se ela estava arrependida pelo crime que cometeu, ela respondeu que sim, mas afirmou que matou para se defender.

Fonte: * com Radar 89

Jovem é preso após esfaquear irmão em Inhapi

GPM/CortesiaJosé Cícero Liandro da Silv
José Cícero Liandro da Silva
O jovem de 23 anos, José Cícero Liandro da Silva, foi preso, nesta segunda-feira, 16, após esfaquear o irmão, de 14 anos, na cidade de Inhapi, sertão alagoano. A prisão de José Cícero foi realizada por equipes do Grupamento de Polícia Militar (GPM) após denúncia do próprio pai.
Aos policiais, o pai dos rapazes informou que José Cícero chegou em casa embriagado e teria desferido vários golpes de faca no irmão, que foi socorrido ao hospital de Inhapi. Devido à gravidade dos ferimentos, o adolescente foi transferido para o Hospital Regional Dr. Clodolfo Rodrigues de Melo, em Santana do Ipanema.
Em conversa com a PM, o menor informou que foi esfaqueado pelo irmão por se recusar a manter relações sexuais.
Após o caso, José Cícero foi localizado pelos policiais do GPM, comandado pelo sargento Henrique, no Sítio Embrejado. Ele foi levado à Delegacia Regional de Polícia (1ª-DRP), sediada em Delmiro Gouveia, onde ficará à disposição da Justiça.

domingo, 15 de janeiro de 2017

Adolescente tinha 13 anos na época e pais souberam e aceitaram a gravidez da professora
Alexandria Vera, professora que engravidou de aluno adolescente, com seu advogado, Ricardo Rodriguez, durante julgamento em Houston, Texas
FOTO: BOB LEVEY /HOUSTON CHRONICLE 
Um juiz do estado do Texas, nos Estados Unidos, condenou na sexta-feira (13) a 10 anos de prisão uma professora de inglês de um instituto de Houston, por manter uma relação com um aluno de 13 anos, de quem ficou grávida em 2015, segundo informações dos veículos de imprensa locais.
Com a condenação, o juiz Michael McSpadden, quis fazer deste caso um exemplo para evitar futuras relações entre alunos e professores, uma vez que, na sua opinião, casos parecidos ocorrem com muita frequência.
A professora Alexandria Vera tinha 24 anos quando ficou grávida de um aluno de 13 de um instituto do Distrito Escolar Independente de Aldine, nos arredores de Houston, onde ela trabalhava.
Os pais do estudante tinham mostrado compreensão com o relacionamento de seu filho com a professora e também com a gravidez, de acordo com testemunhas que falaram no julgamento.
No entanto, a professora optou por fazer um aborto após ser questionada por um oficial de bem-estar familiar.
Durante o julgamento, alguns detalhes do caso foram revelados, como que o pai do menor e Alexandria simularam manter um relacionamento para tentar encobrir o que realmente estava acontecendo.
Também descobriram que a professora chegou a passar férias com a família do ano e que ela cedia sua casa para que outros alunos mantivessem relações sexuais.
Alexandria Vera se tinha sido declarada culpada por abuso sexual agravado de um menor de idade, com a esperança de evitar a prisão e receber uma condenação de liberdade condicional, mas o juiz quis fazer dela um exemplo.
A mãe do menor e outros alunos de Alexandria estiveram nos tribunais para dar apoio a ela.

Curta a página oficial Gazetaweb no Facebook e @gazetaweb no Twitter.

Mulher natural de Garanhuns-PE é assassinada e tem corpo desovado na cidade de Inhapi-AL
Em entrevista ao Radar 89, Sargento Sebastião relatou que a vítima teve o corpo desovado na cidade alagoana.
Por Ítallo Timóteo | radar89.com.br
14 de janeiro de 2017 às 7:39
16107957_1330946153624113_362697418_o
Jefferson Nascimento – Sertão Expresso/Inhapi em Foco. Cortesia: Radar89
Um corpo de uma mulher natural de Garanhuns no Pernambuco, foi encontrado, nas primeiras horas, deste sábado, 14, em um trecho da Rodovia AL-140, que dar acesso ao município de Inhapi, no Sertão de Alagoas. A vítima foi identificada como Ávila Laís Teixeira Rabelo de 30 anos, foi encontrado por populares. A filiação da mulher é de Sebastião Rabelo Sobrinho e Maria do Socorro Teixeira.

Segundo as informações colhidas pelo Radar 89, próximo a mulher, havia uma bolsa de viagem e dentro estavam vários pertences, como: lingeries, calças e camisas, o que levantou a suspeita dela está de passagem pelo município alagoano. No rosto da vítima tinham várias perfurações, efetuados por tiros de revólver calibre 38.

A reportagem conversou via telefone com o Sargento Sebastião do Grupamento local, e ele informou que a mulher teve o corpo desovado na cidade de Alagoas. Uma vez que ninguém no município, a conhece. Ainda segundo o militar, por volta das 1h, da madrugada de hoje, moradores que residem próximo de onde o corpo foi encontrado, ouviram diversos disparos.

O corpo foi removido do local, para a Pedra do Município (necrotério), e logo depois foi recolhido por uma equipe do Instituto Médico Legal (IML) de Arapiraca. O caso será investigado pela delegacia distrital do município.

15996117_1330992910286104_874464928_n

Deixe uma resposta